Economia do acesso: por que é impossível ignorá-la?